eArchis

Marcos Mendes 

Arquiteto
Analista de Infraestrutura
e Tecnologia da Informação
Formado em 1986 pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo , currículo que envolve as disciplinas de Projeto de Arquitetura, Comunicação Visual, Desenho Industrial, Planejamento e Urbanismo.
Experiência profissional em T.I. desde 1994

 

Histórico

1984 a 1986

Ainda como estagiário, destacam-se as colaborações nos concursos para a renovação urbana do conjunto habitacional Barrio Reus ao Sur e do edifício da Ópera del Sodre em Montevidéo, coordenados pelo Arquiteto Carlos Arcos. Nesta fase são relevantes os serviços prestados durante o projeto executivo da sede da Philips em São Paulo em Croce, Aflalo e Gasperini Arquitetos Associados e do complexo de esportes e lazer do SESC Nova Iguaçu,

em Padovano & Vigliecca Arquitetos Associados. Em parceria com o então colega Vinícius Gorgati (hoje em Sasaki Associates) realiza os primeiros estudos para uma residência em Ubatuba. Sob orientação do Prof. Dr. Joaquim Guedes conclui a Tese de Graduação Interdisciplinar (TGI) com o tema "O condomínio horizontal e a lei do uso do solo urbano em São Paulo".

1987 a 1988

Como Arquiteto qualificado, tem o portfólio aceito pela Architectural Association School of Architecture of London. Em Londres, por indicação da escola, trabalha em Daniel Weil & Gerard Taylor no projeto de arquitetura de interiores e design de Grosvernor Cottages.

Ainda durante 1988 presta serviços para a BP Arquitetura no levantamento do Hospital Geral do Bonsucesso para desenvolvimento de seu Plano Diretor, e para Arnaldo Martino Arquitetos na revisão do projeto de aprovação da Henkel Indústrias Químicas. Ao mesmo tempo, colabora em Padovano & Vigliecca Arquitetos Associados com o concurso nacional de novas soluções para a habitação popular em Minas Gerais.

1989 a 1991

Na Holanda,

com J. Rijkschroeff Projetos & Empreendimentos de Amsterdam, colabora nos projetos do edifício comercial de Oude Schans e da brasserie Fashion Garden, entre outros. Estudos de autoria para o mesmo cliente incluem o conjunto habitacional de Gildelaan, o edifício comercial de Kannaldijk, e a unidade habitacional de Paseerders Straat.

Já com De Clerq & Van der Ploeg Architekten e Maatwerk, em Delft (atualmente unidos em FARO Architecten ), participa dos projetos de renovação da estrutura turística de entorno do Alhambra- Granada, do mercado árabe flutuante Pasar Amsterdam e do setor de "villas" geminadas da cidade nova de Al Buhairat City em Jeddah, Arabia Saudita.

1991 a 1992

Estabelece escritório em São Paulo e desenvolve os projetos do Hospital Tobias

para 70 leitos e da residência Theodózio Wolff

ambos em co-autoria com o Arquiteto Marcelo Sacco, hoje empresário em sistemas de madeira.

Colaborações durante 1992 incluem o Concurso Nacional de Anteprojetos da Sede do Instituto Brasileiro dos Contabilistas de Brasília com Padovano & Vigliecca Arquitetos Associados, o projeto executivo do Centro de Convenções de Ribeirão Preto requerido por Rino Levi Arquitetos Associados ao NPC Grupo Arquitetura, a instalação Projeto Tietê do Governo do Estado de São Paulo para a EcoBrasil 92

com a Kadar Produções Artísticas e Cinematográficas / Marcos Sachs e o Stand Honda

no Salão do Automóvel de São Paulo com Flórido & Ferretti Cenografia.

Datam ainda desta fase os estudos preliminares para unidades residenciais de revenda em São Paulo

e a execução do protótipo para o projeto de design da mesa Guarujá.

1993 a 1995

Após período durante 1993 como Produtor de Estúdio na rádio Antena Um de São Paulo, inicia em 1994 o projeto de arquitetura de interiores, design e identidade visual do Café no Bar

integrando áreas da galeria Espaço Escultural e da livraria Torre de Papel. No mesmo ano realiza o projeto executivo da residência Costa Guarita ,

de autoria do Arquiteto Bruno Padovano. Em 1995 coordena os trabalhos de CAD para o projeto básico do Novo Teatro de São Paulo

em Eduardo de Almeida Arquitetos Associados. Integrando esta mesma equipe alcança o primeiro lugar no concurso fechado de projetos para o novo campus da Fundação Getúlio Vargas.

1995 a 2000

Com o crescimento da Internet no Brasil, passa a integrar a equipe da Construnet Informações em Construção e Arquitetura, com colegas arquitetos desenvolvendo soluções online para o setor, baseadas em banco de dados e suporte para clientes como Eternit, Giroflex e Forma.

2001 a 2007

A Construnet monta parceria com a Editora PINI para a criação do portal PiniWeb. Fica como efetivado CLT nos anos que se seguem, para manter o sistema, seus links, domínios e servidores, como Analista Internet Sr, Administrador de Rede e Gerente de T.I.

Ao longo de 2006/2007 projeta e executa a obra de restauro, reforma e construção da residência Marselhesa.

2008 a 2009

Quando da terceirização dos serviços pela PINI, leva seus préstimos de análise e implantação de infra-estrutura e de rede física e lógica para a Urban Systems Brasil, empresa com metodologias próprias de análise mercadológica inteligente, onde permanece até meados de 2009.

2009 a 2010

Volta a estabelecer escritório próprio em São Paulo, empresa agora denominada eArchis, reunindo a experiência multidisciplinar do projeto de arquitetura, do design, da tecnologia da informação e da multimidia audio-visual, valendo-se do denominador comum da criação, da eficiência e da arte.

Desenha e modela o Divã Dedé

Divã Dedé

2010 a 2017

Convidado a integrar a equipe do Mercado Eletrônico, empresa multinacional brasileira com foco em SaaS B2B e com excelente carteira de clientes, novamente pela porta da Infraestrutura, a serviço da Tecnologia da Informação. No primeiro ano atua tanto no atendimento interno (redes, servidores, migração GMail, VOIP, etc.) quanto na manutenção e evolução da plataforma externa do ME (VMWare, IIS, SQL), alocada em datacenters e na nuvem.

Em seguida, torna-se responsável pela área de Colaboração, composta pelas plataformas legadas adquiridas pelo ME (Pakprint e Synex) desta vez baseadas em Oracle/Linux. Com o objetivo estratégico de absorver estes serviços e clientes (Klabin, Suzano, International Paper, Villares Metals, Gerdau, BIC) no sistema de e-Procurement padrão do ME, nos próximos anos aproxima-se das áreas de Projetos/Soluções/Integração ERP, caminhando para desativar esta antiga estrutura e seus custos, gerando novos produtos.

Migrados todos os clientes, volta-se a manter a qualidade do atendimento, passando a compor a equipe de Monitoramento, cuidando dos processos de integração entre o portal de compras ME e todos os seus clientes.